Confira dicas incríveis de como fazer um café perfeitoQuase todo mundo toma, mas você sabe como fazer café? Esta bebida, que já faz parte da nossa vida há, pelo menos, mil anos, pode ser muito trivial para quem a usa apenas para acordar de manhã. Todavia, também tem grande valor para quem aprecia os sabores e aromas que a bebida oferece.

Por isso, saber preparar essa relíquia da melhor forma possível é essencial para quem tem um gosto mais apurado. Afinal de contas, não é sempre que a gente vai ter tempo para procurar e a sorte de encontrar uma cafeteria de qualidade por aí.

Para ajudar você a fazer um café perfeito, montamos um guia especial com dicas que explicarão as melhores práticas para produzir uma bebida deliciosa todos os dias. Continue a leitura e confira!

O pré-preparo

Além de conhecer como fazer café, é preciso tomar alguns cuidados antes do preparo, para que ele saia da melhor forma. Por isso, fique de olho nestes detalhes:

Água de qualidade

Evite utilizar água da torneira ou sem qualidade certificada. O cloro nela contido não será eliminado, nem quando o líquido for aquecido antes de entrar em contato com os grãos. Por essa razão, dê preferência à água mineral ou filtrada, garantindo, assim, um café não apenas delicioso, mas também saudável.

Escolha dos grãos

Sempre que possível, escolha grãos inteiros para moer apenas na hora do preparo da bebida. Isso garante que os óleos essenciais que dão o sabor e o aroma tão característicos ao café sejam transmitidos na hora de servir.

Caso não haja essa opção, dê preferência a pacotes embalados a vácuo. O contato dos grãos moídos com o ar é o que faz evaporarem as essências do líquido. Assim, ele perde qualidade e não proporciona ao seu paladar uma experiência tão gratificante.

Armazenamento

Inteiro ou em pó, o café precisa ser armazenado em um ambiente seco e arejado, dentro de um pote fechado e totalmente opaco. Se o grão moído tiver muito contato com luz solar e umidade do ar, o sabor também pode ser dizimado através da evaporação dos óleos essenciais contidos na planta.

Utilização dos aparelhos de café

As dicas abaixo mostrarão como fazer café da melhor forma possível em cada tipo de equipamento. Assim, você pode dominar todas as formas de fazer café e oferecer sempre os sabores mais deliciosos. Confira!

1. Coador

Essa á a forma mais popular de preparo do café no Brasil. O coador tem uma grande vantagem sobre outras maneiras de se fazer a bebida, mas também exige cuidados específicos para que você tire sempre o melhor proveito desse benefício.

Geralmente, o coador é feito de pano, mas existem alguns produzidos com titânio. Este preserva melhor os aromas da bebida, mas é bem difícil de ser encontrado. Já os de tecido custam menos, o que é bom, mas devem ser trocados a cada 2 meses, para evitar a ingestão de possíveis bolores que podem ficar impregnados na trama.

O primeiro cuidado a ser tomado é com o próprio grão. Ele deve ser moído bem fininho, para que se aproveitem todos os óleos essenciais. Em outros equipamentos, não há essa necessidade, já que a malha do coador é um filtro poderoso.

Antes de adicionar o pó de café, é necessário molhar o tecido e o recipiente onde a bebida ficará depositada após a filtragem com água fervente, eliminando, assim, quaisquer substâncias nocivas à saúde.

A medida ideal é de uma colher para cada 100 ml de água. Após colocar a quantidade adequada de pó, nivele o conteúdo do coador, mas sem fazer muita pressão, para que a água passe livremente pelo filtro.

Na hora de depositar a água no pano, faça movimentos circulares, para que todo o pó seja atingido, evitando, assim, o desperdício de grãos.

2. Cafeteira elétrica

Pode parecer a maneira mais fácil de preparar a bebida, mas a cafeteira também precisa de alguns truques para que você possa começar o dia com qualidade e sabor de verdade.

Para essa máquina, o filtro de papel é a melhor opção. Antes de passar o café, também é melhor escaldar o coador. Dobre as áreas em relevo para que elas não atrapalhem o encaixe na forma do aparelho.

Depois de colocar o grão (que não precisa ser tão fino quanto o usado no coador de pano), não é necessário nivelar o volume. Como a máquina não faz os movimentos circulares que se deve fazer no coador, a melhor forma de se aproveitar todo o pó é deixando um pico bem no centro, onde o líquido quente vai passar e fazer a filtragem.

Depois de pronto, a máquina permanece aquecendo, para que seu café não esfrie. Mas é preciso cuidado na velocidade de consumo: se o líquido ficar dentro da jarra quente, ele vai evaporar, prejudicando não somente o sabor, mas também o equipamento. Por isso, é essencial que se produza apenas o que realmente vai ser consumido, evitando o desperdício.

3. Cafeteira Italiana

Também conhecida como mocha (pronuncia-se “môca”), essa cafeteira não exige muito trabalho no preparo. Mas é necessário cuidado com a temperatura da água, pois, se ela ferver, prejudicará o sabor do café.

É necessário, primeiramente, que a moagem do grão seja bem grossa, para que ele não passe pelos buraquinhos do aparelho. As marcas de café que já oferecem o grão moído não ficarão boas, pois são muito finas.

O nível de água tem que ficar abaixo da válvula, garantindo, assim, segurança no preparo. Antes de levar ao fogo, molhe a parte de cima da cafeteira, para que o alumínio não amargue o líquido ao término da filtragem.

Coloque o aparelho em fogo baixo, pois as altas temperaturas também prejudicam o sabor da bebida. Desligue o fogão antes que levante fervura, para que o grão moído não cozinhe. Depois disso, é só servir e aproveitar!

4. Prensa Francesa

Antes de preparar, escalde a área interna do equipamento com água quente, mas não fervendo. Para a prensa francesa, também é necessário que o grão passe por uma moagem grossa, evitando que ele passe pelos buraquinhos da máquina.

Atento à proporção de 1 colher de pó para cada 100 ml de água, deixe a mistura descansar por cerca de 5 minutos. Depois, é só pressionar o pistão e servir, lembrando que esse modo de preparo deixa o nível de cafeína menor que todos os outros.

5. Máquina de café espresso

Assim como em todas as outras formas de preparo, o espresso também exige uma lavagem com água quente. Antes de começar, passe a água pelo equipamento sem o uso do pó de café, garantindo, assim, a sua higienização.

Não tem muito segredo nesse tipo de bebida. Basta colocar a quantidade adequada de grão no compartimento, compactar o pó e depositar a água no local correto. Depois disso, é só ligar a máquina e aguardar.

Apesar das formas diferentes de preparo de café, o processo é sempre muito parecido. Por essa razão, os cuidados são mais ou menos os mesmos em todos os equipamentos. Tomando precauções quanto à quantidade e temperatura de água, a proporção dela com o volume de grão e a limpeza dos materiais utilizados, você sempre terá em mãos uma bebida de qualidade e sabor.

Agora que você aprendeu as diversas formas de como fazer café, gostaria de conhecer mais sobre o universo dessa bebida? Então, entre em contato com a Take Coffee!

0
Connecting
Please wait...
Enviar mensagem

Desculpe, não estamos online no momento. Deixe um recado.

* Seu nome
* Email
* Mensagem
* Telefone
Vamos começar!

Precisando de ajuda? Economize tempo falando diretamente com nossos atendentes.

Seu nome
* Email
* Como podemos ajudar
Estamos online!
Feedback

Help us help you better! Feel free to leave us any additional feedback.

Como foi o seu atendimento!

Pin It on Pinterest